Home / Barueri / Em julho, mutirão da castração atendeu mais de 100 animais acolhidos por protetores

Em julho, mutirão da castração atendeu mais de 100 animais acolhidos por protetores

dois cachorros segurados com coleira olham para a câmera Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que o Brasil tenha cerca de 30 milhões de animais domésticos abandonados: 10 milhões de gatos e 20 milhões de cachorros. O levantamento indica que em cidades de grande porte existe uma média de um cachorro para cada cinco habitantes, dos quais 10% estão em situação de abandono.

Toda ajuda é bem-vinda para salvar essas vidas e nisso destaca-se o papel dos protetores independentes. Em Barueri, uma cidade que cuida dos seus animais e investe cada vez mais para que esse quadro seja revertido, o atendimento aos protetores tem sido cada vez mais ampliado.

Exemplo disso ocorreu na quinta-feira (dia 26 de julho), quando a Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), por meio de seu Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad), realizou mais um mutirão de castração voltado exclusivamente a protetores independentes, acumuladores e demandas da Zoonoses. Ao todo, 127 animais foram castrados, entre cães e gatos machos e fêmeas, só neste dia: 39 felinos fêmeas, 31 felinos machos, 39 caninos fêmeas e 18 caninos machos.

Respeito a todo tipo de vida

“O objetivo dessa ação é o de atender animais de rua ou adotados da rua; animais em situação e risco”, explica o diretor do Departamento Técnico de Biodiversidade da Sema, Ivan Vanderley Silva. A média é de 180 castrações realizadas em cada ação quando todos os cadastrados comparecem.

O procedimento, taxado como minimamente invasivo, dura cerca de três minutos em animais de pequeno e médio porte e no máximo seis minutos nos de grande porte, o que justifica a rápida recuperação dos pets. Durante o mutirão, os animais são devolvidos aos donos apenas depois de acordarem da anestesia.

Esse tipo de serviço, que é totalmente gratuito, acontece todos os meses, bem como a campanha de castração e microchipagem, aberta a todos os moradores de Barueri cujo amigo de estimação possua o RG Animal, que pode ser providenciado no Ganha Tempo Municipal ou nas bibliotecas da cidade.

“Muito feliz com a nossa Barueri”

As protetoras independentes Rosineide de Oliveira e Lucilene de Melo, moradoras do Pq. Imperial, sempre aproveitam o mutirão. Só nesta ocasião elas esterilizaram 25 animais. Atualmente, Rosineide abriga 25 cachorros, enquanto Lucilene está com 34 animais – 14 gatos e 20 cães. Elas resgatam animais em situação de risco, principalmente fêmeas no cio, tratam, alimentam, vacinam, castram e oferecem para adoção responsável.

“Esses mutirões ajudam demais, porque nós conseguimos abranger um número maior de animais. É uma bênção a prefeitura estar disponibilizando esse serviço. Também tem os serviços do Cepad e isso ajuda bastante, muito mesmo”, declara Rosineide, que afirma notar uma redução no número de animais abandonados depois dessas ações. “Não sei nem te dizer como seria doar animais sem castrar, porque essa é uma grande dificuldade, é um serviço caro e o animal estando castrado a rotatividade é muito maior”, diz.

Também satisfeita com a ajuda oferecida pela Prefeitura, Lucilene conta que já passou por muitas dificuldades nessa empreitada, mas agora o quadro é outro. “Sem o mutirão ia ser muito sofrimento porque a gente não suporta ver animal sofrendo e é muito abandono e pouco protetor. Na realidade, não deveria precisar de protetor, o certo é cada um proteger o seu próprio animal, mas as pessoas largam, jogam fora, então a gente tira do nosso bolso, pedimos ajuda quando não aguentamos e agora o Cepad tem nos ajudado muito, tanto em castração quanto também em consulta médica, nós temos um apoio muito grande”, garante. E agradece: “estou muito feliz e realizada com a nossa Barueri, eles têm investido muito, a gente já sofreu bastante”.

O Cepad mantém um Conselho de Proteção Animal no qual estão cadastrados vários protetores independentes residentes em Barueri. O setor também identifica acumuladores e mantém proximidade com essas pessoas para ajudar quando necessário. Quem quiser oferecer algum tipo de apoio aos protetores, pode entrar em contato com o Cepad para um direcionamento. Para mais informações: (11) 4198-0819.

Sobre rodrigo

Leia também

utv da dupla saltando e deixando um rastro de poeira para trás

Fabrício Bianchini/Adhemar Pereira completam a desafiadora etapa de abertura do Rally dos Sertões

Nas motos Elias Folly, Josemar Mello, Neto Malassise e Luís Fernando Nutti também cumprem o …