Home / Barueri / Conselhos municipais visitam projeto Horta da Gente

Conselhos municipais visitam projeto Horta da Gente

O Parque Ecológico do Tietê / Barueri, em Alphaville, foi o ponto de encontro entre os membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (Comad) e o Conselho da Mulher. A comitiva foi conhecer de perto o projeto Horta da Gente, idealizado pelo Fundo Social de Solidariedade de Barueri com o apoio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads).  

A visita ocorreu no dia 30 de agosto e teve como principais objetivos aprofundar os conhecimentos acerca desse projeto que tem salvado tantas vidas da vulnerabilidade extrema, estreitar o relacionamento entre os mantenedores do projeto e as pessoas ligadas aos Conselhos e oferecer ajuda voluntária nas atividades e programas realizados, conforme a necessidade. 

“Foi uma visita muito boa, conseguimos enxergar o trabalho da Horta da Gente abrangendo várias aéreas, um trabalho de inclusão que ressocializa, que promove o recomeço na vida da pessoa e gera oportunidade e conhecimento. E no que tange a política sobre drogas, é comprovado o benefício dessas ações no tratamento e pós-tratamento antidrogas”, disse o presidente do COMAD, Bartolomeu Oliveira. 

Ricardo Caiafa Junior, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, também ficou impressionado com o que viu. “Um trabalho lindo, digno de ser disseminado como exemplo de que a união, o empenho, a confiança, somados a um olhar humano, pode mudar vidas. Incrível saber que cerca de 80% das pessoas em situação de rua que passam por esse trabalho são ressocializadas e retomam suas vidas com dignidade”, declarou Caiafa.  

“Eles são atendidos por esse trabalho incrível, se sentem úteis e pertencentes e atendem às famílias assistidas pela Sads através das cestas, levando alimento saudável para quem precisa. Friso ainda que esse projeto atende a 14 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Realmente inspirador! Já estamos com ideias para levar para pessoas com deficiência e suas famílias e em breve teremos novidades”, afirma Ricardo.  

Os Conselhos municipais representam a sociedade. Eles são formados de maneira paritária: 50% por pessoas que atuam no poder executivo municipal e 50% por pessoas que atuam nas organizações sociais e a sociedade civil. Eles servem como os “olhos” da sociedade nas políticas públicas existentes e nos serviços que são prestados para a população.  

“É claro que se não houver união de esforços não haverá ganhos e uma boa qualidade de serviço prestado para a população, sejam eles a mulheres, a pessoas com deficiência, a pessoas com dependência química, a idosos, a famílias carentes etc. Acredito sempre que a união faz a força e hoje, nesta visita guiada aos programas sociais Renascer e Horta da Gente, esses três Conselhos provaram que juntos podemos fazer mais pelo nosso próximo”, ressaltou Fabíola Sarcinella, presidente do Conselho Municipal da Mulher de Barueri. 

Sobre a Horta da Gente 

Idealizado pela presidente do Fundo Social de Barueri, Sônia Furlan, o projeto Horta da Gente nasceu em 2021, durante a pandemia causada pela Covid-19, como forma de complementar a cesta básica das famílias em situação de vulnerabilidade social com hortaliças e legumes orgânicos. Com o tempo, Sônia percebeu que a horta poderia servir também como oportunidade de desenvolvimento humano. 

O espaço foi cedido pela Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), no Parque Ecológico do Tietê. A quarta turma do Renascer, programa de reinserção social voltado às pessoas em situação de rua, iniciou na tarefa em maio de 2021, cultivando de rabanetes, abobrinhas, alfaces, couves-manteiga, beterrabas, beringelas, quiabos, tomates e muito mais. 

Os bolsistas se dedicam aos canteiros com esperança, carinho e técnica, pois fazem cursos de paisagismo e jardinagem uma vez por semana, além de outras atividades e uma ajuda de custo mensal de meio salário mínimo. 

A primeira safra beneficiou 75 famílias, que receberam em suas casas a chamada Cesta Verde. O projeto vem crescendo cada vez mais, assim como a horta, e cada vez mais famílias são presenteadas todos os meses com as verduras e legumes cultivados no projeto. Em troca, entregam materiais recicláveis, doados à Cooperyara – cujo trabalho envolve 55 famílias, reforçando uma cultura ambiental responsável e sustentável, conforme prega a economia circular.  

Em janeiro de 2022 a presidente do Fundo Social concluiu que fosse implantada a técnica hidropônica para atender mais famílias. Em agosto de 2021  teve início o cultivo das hortaliças hidropônicas  e até outubro foram atendidas  500 famílias, passando para 1.500 famílias em dezembro do mesmo ano. 

A horta tem capacidade de produzir 27.500 hortaliças em uma área de 1.000 m². O objetivo é alcançar 5 mil famílias até dezembro de 2023 com cinco espécies de hortaliças. 

Atualmente são 12 os bolsistas que atuam na Horta da Gente convencional e dois no cultivo hidropônico. O Espaço Saúde faz parte da horta convencional com ervas, temperos e Pancs (Plantas Alimentícias Não Convencionais), que são utilizados nas oficinas de culinária e no aproveitamento de alimentos. Os bolsistas também participam de curso de pequenos reparos e estão construindo uma lavanderia como aula prática.  

ODS 

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) reúnem 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Elas representam um apelo para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir paz e prosperidade às pessoas em todo e qualquer lugar do planeta. Saiba mais AQUI. 

Os 14 ODS atendidos por meio da Horta da Gente são:  

– Erradicação da pobreza; 

– Fome zero e agricultura sustentável; 

– Boa saúde e bem-estar; 

– Educação de qualidade; 

– Igualdade de gênero; 

– Água potável e saneamento; 

– Energia limpa e sustentável; 

– Trabalho decente e crescimento econômico; 

– Redução das desigualdades; 

– Cidades e comunidades sustentáveis; 

– Consumo e produção responsáveis; 

– Vida terrestre; 

– Paz, justiça e instituições eficazes; 

– Parcerias e meios de implementação. 

Sobre Redação

Leia também

Já atualizou a vacina do seu pet?

A Prefeitura de Barueri mantém um posto fixo de vacinação contra a raiva em cães …