Home / Barueri / IBGE aponta Barueri como a 2ª cidade mais rica da região oeste da Grande São Paulo

IBGE aponta Barueri como a 2ª cidade mais rica da região oeste da Grande São Paulo

Um levantamento publicado no dia 15 de dezembro de 2023 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que Barueri é o 2º município mais rico da região oeste da Grande São Paulo, com Produto Interno Bruto (PIB) maior que R$ 58 bi (exatamente R$ 58.027.667,00) e participação nacional de 0,64%. A cidade fica atrás somente da primeira colocada: Osasco, que alcançou R$ 86,1 bi de PIB e 0,96% de participação.  

Ampliando o ranking para os municípios, a exceção das capitais, Barueri ficou na 7ª colocação, entre São Bernardo do Campo, que ficou na 6ª posição, com PIB de R$ 58,2 bi e participação de 0,65%, e um pouco a frente de Jundiaí, 8ª colocada, que apresentou PIB de R$ 57,6 bi e 0,64% de participação. 

Nas três primeiras colocações, entre as não capitais, além de Osasco estão Maricá, RJ (com PIB de R$ 85,8 bi e participação de 0,95%) e Guarulhos (R$ 77,3 bi e 0,86). Importante notar que os maiores PIBs dessa listagem se concentram nos municípios localizados nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Confira as oito cidades mais ricas na listagem abaixo, lembrando que esses resultados são referentes ao ano de 2021, uma vez que o IBGE sempre divulga os dados coletados dois anos depois. 

As oito cidades não capitais mais ricas do país 

Colocação  Localidade  PIB    Participação Nacional 

1º lugar  Osasco  (SP)   R$ 86,1 bi  0,96% 

2º lugar  Maricá (RJ)  R$ 85,8 bi  0,95% 

3º lugar  Guarulhos (SP) R$ 77,3 bi  0,86% 

4º lugar  Campinas (SP)  R$ 72,9 bi  0,81% 

5º lugar  Niterói (RJ)  R$ 66,3 bi  0,74% 

6º lugar  S.B. do Campo (SP) R$ 58,2 bi  0,65% 

7º lugar  Barueri (SP)   R$ 58,0 bi  0,64% 

8º lugar  Jundiaí (SP)  R$ 57,6 bi  0,64% 

 

17ª mais rico do Brasil 

Nacionalmente, Barueri alcançou a 17ª posição, competindo com as maiores e mais desenvolvidas cidades do Brasil. Nas primeiras colocações ficaram as capitais de São Paulo, com PIB maior de R$ 828 bi e participação nacional de 9,20%, seguida pelo Rio de Janeiro com mais de R$ 359 bi e 3,99%, e por Brasília em terceiro lugar com mais de R$ 286 bi e 3,18%. Veja as dezoito cidades brasileiras com maior PIB abaixo: 

Colocação  Localidade  PIB   Participação Nacional 

1º lugar  São Paulo (SP)  R$ 828,9 bi 9,20% 

2º lugar  Rio de Janeiro (RJ) R$ 359,6 bi 3,99% 

3º lugar  Brasília (DF)  R$ 286,9 bi 3,18% 

4º lugar  Belo Horizonte (MG) R$ 105,8 bi 1,17% 

5º lugar  Manaus (AM)  R$ 103,2 bi 1,15% 

6º lugar  Curitiba (PR)  R$ 98,0 bi 1,09% 

7º lugar  Osasco  (SP)   R$ 86,1 bi 0,96% 

8º lugar  Maricá (RJ)  R$ 85,8 bi 0,95% 

9º lugar  Porto Alegre (RS)  R$ 81,5 bi 0,91% 

10º lugar  Guarulhos (SP) R$ 77,3 bi 0,86% 

11º lugar  Fortaleza (CE)  R$ 73,4 bi 0,81% 

12º lugar  Campinas (SP)  R$ 72,9 bi 0,81% 

13º lugar  Niterói (RJ)  R$ 66,3 bi 0,74% 

14º lugar  Salvador (BA)  R$ 62,9 bi 0,70% 

15º lugar  Goiânia (GO)  R$ 59,8 bi 0,66% 

16º lugar  S.B. do Campo (SP) R$ 58,2 bi 0,65% 

17º lugar  Barueri (SP)   R$ 58,0 bi 0,64% 

18º lugar  Jundiaí (SP)  R$ 57,6 bi 0,64% 

 

É sempre bom lembrar que o PIB é um indicador que mede a atividade econômica de um país ou região e que demonstra o quanto se produz, consome ou se investe naquele local. Esse cálculo tem como objetivo principal avaliar a economia e o nível de riqueza de uma região.  

População  

Comparativamente às cidades com melhores colocações no ranking do IBGE, Barueri apresenta uma população bem menor que Osasco e Guarulhos, por exemplo (respectivamente o 1º e o 3º lugares da nova listagem divulgada, sem levar em conta as capitais). De acordo com dados de 2022 do próprio IBGE, Barueri concentra 316.473 pessoas residentes, menos da metade de Osasco (com 728.615) e menos quatro vezes a população de Guarulhos (com 1.291.771).  

Neste aspecto, é interessante citar o PIB per capita (aquele medido por pessoa), que avalia o quanto do total produzido na localidade caberia a cada cidadão se, teoricamente, todos tivessem partes iguais. Essa teoria, embora não seja totalmente realista, vira prática em Barueri, uma vez que a cidade, que tem PIB alto e população média, distribui melhor seus recursos, possibilitando a todos os seus munícipes um maior acesso aos serviços municipais oferecidos e, consequentemente, à melhor qualidade de vida.  

Não é à toa que Barueri se destaca. Ela é uma cidade que, a cada ano que passa, coleciona novos prêmios e ocupa importantes rankings por fazer grandes investimentos em todas as áreas e segmentos que beneficiam a vida das pessoas, especialmente nos últimos anos nos setores de economia, tecnologia, segurança e meio ambiente. Entre suas muitas conquistas estão: o 2º lugar no Estado e 10ª no Brasil das cidades que mais empregam, o 1º de melhor município para fazer negócios no setor de serviços, a 1ª colocação de Cidades Sustentáveis no país e no Sudeste, entre outros. 

Sobre Redação

Leia também

Já atualizou a vacina do seu pet?

A Prefeitura de Barueri mantém um posto fixo de vacinação contra a raiva em cães …