Home / Barueri / Parque Ecológico sedia 1º Encontro Poliniza Barueri neste sábado

Parque Ecológico sedia 1º Encontro Poliniza Barueri neste sábado

Será realizado no sábado, dia 2 de setembro, o 1º Encontro Poliniza Barueri. O evento acontecerá na marquise do Parque Ecológico Tietê, que fica na avenida Dr. Dib Sauaia Neto, 1.600, em Alphaville, das 9h às 15h, com apoio da Prefeitura de Barueri, por meio da Sema (Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente). A entrada é gratuita. 

O Poliniza é organizado pelo ambientalista Wanderley Soares Augusto. Ele e o personal bee Jonas Silva Cruz, do Meliponário Pai e Filhos (Cotia), vão ministrar palestras para estudantes e outros interessados com o objetivo de preservar e conscientizar sobre a necessidade de preservação das abelhas indígenas nativas do Brasil, conhecidas como ASF (Abelhas Sem Ferrões).  

O encontro visa ainda abordar a polinização como fenômeno de muita importância na natureza. O processo consiste no transporte do pólen feito, naturalmente, pelo vento, pela água e por animais. É o caso das abelhas, por exemplo, que, ao pousar de flor em flor, usam os muitos pelos que possuem em seu corpo para coletar o seu pólen para a parte feminina de outras flores.  

As Abelhas Sem Ferrões contribuem para as lavouras, florestas e as práticas de meliponicultora. Consideradas como pequenas trabalhadoras, são gigantes na tarefa de manter a biodiversidade dos biomas brasileiros.  

De acordo com Wanderley Soares Augusto, Barueri tinha, há 10 anos, cerca de 300 espécies. “Hoje temos em média 80 espécies devido à aplicação de inseticida (fumacê) pelas pessoas, além do desmatamento e a poluição da água de rios e córregos”, explicou o ambientalista, acrescentando que a cidade possui abelhas como Jataí, Mandaçaia, Iraí, Mirim, Bugia e Uruçu-amarela. 

Para mostrar a importância da preservação das espécies, Wanderley Soares Augusto citou uma famosa frase do cientista Albert Einstein. “Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana”. 

Sobre Redação

Leia também

Já atualizou a vacina do seu pet?

A Prefeitura de Barueri mantém um posto fixo de vacinação contra a raiva em cães …