Home / Barueri / Semurb realiza capacitação em fiscalização de trânsito

Semurb realiza capacitação em fiscalização de trânsito

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Barueri (Semurb) realizou nos dias 30 e 31 de outubro uma capacitação com os agentes de trânsito para alinhamento com o novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que amplia a competência de fiscalização aos órgãos municipais de trânsito.   

 

O treinamento deu instrução sobre montagem e realização de bloqueio de fiscalização de trânsito e foi conduzido pela equipe do CPTran SP (Comando de Policiamento de Trânsito do Estado de São Paulo).  

 

Capacitação  

“Para nos adiantarmos sobre as mudanças no código brasileiro, nós estamos buscando a expertise do comando de policiamento de trânsito para nos passar todo o seu conhecimento prático de bloqueio viário”, disse o coronel Sebastião Sidnei da Costa, diretor de capacitação da Semurb. 

 

Integração  

“Essa parceria com a Prefeitura é importante até para o CPTran disseminar informação no Estado todo. É de nosso interesse que os municípios atuem nessa fiscalização usando o nosso know-hall. Com essa ampliação de competências, os municípios precisam se capacitar e o Estado está disposto para auxiliar, tendo em vista a preservação de vidas e a segurança viária”, disse Jefferson de Souza, tenente do Comando de Policiamento de Trânsito de São Paulo.  

 

Teoria e prática  

Os agentes tiveram acesso às informações táticas teóricas e práticas sobre o policiamento de trânsito urbano, partindo do planejamento do bloqueio, execução e finalização.  O treinamento abordou cada etapa, procedimentos aplicados, planejamento, sequência das ações e resultados esperados. 

 

“O planejamento requer que a gente faça levantamentos de dados estáticos e a definição do objetivo do bloqueio. É importante que se observe o local e os horários estratégicos, avalie o tempo e tenha previsão de equipamentos, do efetivo e apoio”, disse Jefferson.  

 

O tenente ressaltou ainda a importância das estratégias de bloqueio e abordagens estarem alinhadas com a segurança do agente de trânsito.  

 

“A operação de bloqueio deve ser realizada sob aspectos da eficiência, eficácia e efetividade, buscando atingir o objetivo no melhor tempo possível, e o desgaste psicofísico do policial e sua capacidade de se manter atento”, destacou Souza.  

Sobre Redação

Leia também

Já atualizou a vacina do seu pet?

A Prefeitura de Barueri mantém um posto fixo de vacinação contra a raiva em cães …