Home / Barueri / Chef Carol Góes – Cantina Tia Lina

Chef Carol Góes – Cantina Tia Lina

Flor tradicionalmente europeia e que chegou ao Brasil há mais de cem anos, como iguaria, a alcachofra – conhecida pelo sabor único e de extrema versatilidade –, está deixando de ser um artigo de luxo e se popularizando em todo o País. Em São Roque, por exemplo, a alcachofra teve tamanho destaque agricultor a ponto da cidade ganhar uma espécie exclusiva, produzida pela Embrapa Hortaliças: a Alcachofra Roxa de São Roque. A variedade se adaptou muito bem ao clima local. Hoje São Roque é responsável por 90% da produção nacional da flor.

Nos estabelecimentos locais a alcachofra já é uma tradição, como acontece na Cantina Tia Lina, o restaurante mais tradicional da cidade quando o assunto são alcachofras. Dentre os mais pedidos estão: Botões de Alcachofra à Milanesa, Coração de Alcachofra e Rondelli Quatro Queijos com Alcachofra. Com exclusividade, a Cantina Tia Lina também tem duas opções de sobremesas com a flor: a Alcachofra em Caldas e Alcachofra Crocante. No Empório do complexo turístico, localizado na parte externa, os visitantes encontram outras delícias de alcachofra, como patês, antepastos etc.

Rica em propriedades nutritivas, o consumo da alcachofra é altamente benéfico para o organismo. Segundo nutricionistas, a cada 100g são encontradas boas doses de vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, fósforo, iodo, sódio, magnésio e ferro. Além disso, a água do cozimento é um verdadeiro chá diurético, estimulante da vesícula biliar e ativador da digestão. O efeito diurético dessa flor ajuda a eliminar o ácido úrico, além de atuar nos distúrbios hepáticos e digestivos, pois aumenta a secreção biliar e a regeneração das células hepáticas. Também tem eficácia comprovada na redução do colesterol e da pressão arterial.

Tia Lina
Filha de italianos, Lina Sgueglia de Góes chegou no Brasil ainda na barriga e, com 12 anos iniciou seus primeiros pratos de gastronomia italiana (macarrão com ovo). No início da década de 90, para incrementar o orçamento familiar e visando um futuro melhor para seus filhos, aproveitou seus estudos internacionais e resolveu colocar em prática suas habilidades na cozinha, com destaque para a culinária italiana. Confiando no seu trabalho e assim obtendo uma carta de clientes, a venda de seus produtos começava a fazer sucesso na feira de hortifrutigranjeiros da cidade de São Roque. A fama da Tia Lina foi se expandindo e, em 1999, inaugurou a Cantina Tia Lina, na Estrada do Vinho, em São Roque. Com um cilindro de abrir massas que herdara da sogra e uma máquina de fazer polpa de tomates, herdada de seus pais italianos, passou a desenvolver pratos caseiros, sempre focando a qualidade dos ingredientes e o cuidado na produção.

Com esse princípio, a Cantina Tia Lina tornou-se um renomado restaurante italiano que tem como protagonistas deliciosos pratos com alcachofra, flor comestível típica da Itália. Seu tempero exclusivo e a receita única de seu molho de tomate vem conquistando o coração de todas as gerações, inclusive de pessoas importantes, como a ex-primeira-dama Ruth Cardoso, que foi uma das propagadoras do sucesso de seus pratos.

Em 2018, a Lina estará concluindo esse capítulo de sua carreira e passará suas tradicionais receitas para que a sua filha, Carolina Sgueglia de Góes, dê continuidade à história do restaurante Tia Lina. Desde pequena, a Carolina aprendeu os prazeres da culinária e, por ser apaixonar pelo universo gastronômico, segue os mesmos passos de sua mãe.

Sobre Hostmarx - Hospedagem e Desenvolvimento de Sites

Leia também

Zona Azul Digital começa a funcionar em caráter piloto em Barueri

Na quinta-feira (dia 25) entrou em operação a Zona Azul Digital em Barueri, tecnologia desenvolvida …