Home / Barueri / Curso da Vigilância forma novos brigadistas contra mosquito da dengue

Curso da Vigilância forma novos brigadistas contra mosquito da dengue

A “Brigada Contra o Aedes Aegypti” acaba de ganhar o reforço de mais 46 voluntários. Na quarta-feira (dia 4), o Departamento Técnico de Projetos Educativos da Vigilância em Saúde de Barueri realizou uma capacitação junto aos servidores que atuarão em seus locais de trabalho no combate aos criadouros, além de serem multiplicadores de informações sobre a dengue.

 

A criação da Brigada no âmbito da administração direta, indireta e fundacional no município obedece ao decreto 9.086, de 29 de janeiro de 2020. O objetivo é formar grupos de trabalho que realizem atividades para o combate às arboviroses (doenças transmitidas por mosquitos).

 

O curso foi ministrado pelo analista em Vigilância Sanitária e Epidemiológica Clóvis José de Sá no auditório da Fundação Instituto de Educação de Barueri (Fieb) do Jardim Belval e reuniu representantes de várias secretarias municipais, das unidades da Fieb e da Câmara de Vereadores.

 

“Os participantes foram estimulados a direcionar um olhar diferenciado para conseguir identificar e eliminar possíveis criadouros, atuando na prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito”, explica a educadora da Vigilância, Simone Ribeiro.

 

O treinamento abordou as principais arboviroses urbanas, bem como suas características e ciclos biológicos. Conforme detalha Simone, foi adotada uma abordagem diferenciada para educar os envolvidos na Gestão Integrada dos Fatores Predisponentes e/ou Determinantes (meio ambiente, ocupação do espaço urbano, destinação de resíduos sólidos e zeladoria urbana) que costumam favorecer o surgimento de epidemias de dengue, Zika, Chikungunya, febre amarela, Mayaro, Oropuche e encefalite de Saint Louis.

 

“Precisamos de muitos multiplicadores, pois a conscientização é nossa principal arma contra dengue e outras arboviroses. Se o mosquito não tiver onde se desenvolver o problema será bastante minimizado. Para isso dependemos totalmente da ação humana em evitar ambientes propícios para o Aedes”, ressalta a coordenadora chefe de Vigilância em Saúde de Barueri, Rosana Perri Andrade Ambrogini.

 

Outras edições do curso serão realizadas ao longo do ano, buscando alcançar todas as secretarias municipais e ter a Brigada Contra o Aedes Aegypti em cada uma.

Sobre Hostmarx - Hospedagem e Desenvolvimento de Sites

Leia também

Guarda garante segurança na quarentena e crimes caem 58% em Barueri

De acordo com os dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo …