Home / Cidades / Linha de pipa com cerol representa perigo também para as aves silvestres

Linha de pipa com cerol representa perigo também para as aves silvestres

animais silvestres

A prática ilegal de utilizar linhas de pipa com cerol representa um perigo não só para as pessoas como também aos animais silvestres. Na semana retrasada, uma coruja da espécie mocho-diabo atendida no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Barueri, unidade da Secretaria de Meio Ambiente da cidade, estava ferida gravemente por uma linha chilena e morreu em consequência do corte profundo que sofreu em sua asa.

A mocho-diabo, que leva este nome em razão de sua penugem escura e olhos avermelhados, é uma coruja de médio porte, que mede aproximadamente 40 centímetros. Suas asas curtas e largas e sua pouca habilidade em fazer manobras no vôo podem deixá-la ainda mais vulnerável às linhas de pipa cortantes. Mesmo sendo rara na região, é a segunda vez, só no mês de julho, que uma ave dessa espécie é atendida no local em decorrência de acidentes com linhas de pipa.

A Guarda Municipal de Barueri intensifica as ações de combate ao uso de linha com cerol nesta época do ano. Quem desrespeita a lei é orientado, recebe autuação e tem o material proibido apreendido. O valor da multa, que é aplicada aos infratores ou aos seus responsáveis, é de R$ 607,50. Para comunicar emergências ligue 153 ou 199.

Secretaria de Comunicação Social

Sobre Administrador

Sou Desenvolvedor Front end, trabalho com desenvolvimento de Websites, SEO, e layout. Criação de e-mail marketing e peças gráficas , análise e acompanhamento de seus resultados. Mensuração de resultados via Google Analytics. Trabalho com as linguagens CSS, CSS3, HTML5, PHP e jQUERY.

Leia também

Últimas Indicações do vereador Cristovam são apresentadas na Câmara

Parlamentar de Carapicuíba faleceu no domingo (28), vítima de pneumonia Durante a 13ª Sessão Ordinária …