Home / Barueri / Projeto Jovens Transformadores encerra ano com êxito na Secretaria da Mulher

Projeto Jovens Transformadores encerra ano com êxito na Secretaria da Mulher

O mês de dezembro iniciou com a conclusão da primeira turma do projeto “Jovens Transformadores”, que promoveu oficinas de capacitação profissional com objetivo de preparar jovens para o mercado de trabalho. O evento aconteceu na quinta-feira (dia 12) na Secretaria da Mulher.

 

O projeto é uma parceria da Secretaria da Mulher com o Instituto Muda Brasil e as aulas foram ministradas no Espaço Mulher.

 

O professor do Instituto Muda Brasil, Ricardo Mendes Rocha Machado, explicou em detalhes o programa. “O ‘Jovens Transformadores’ é uma capacitação profissional de sete semanas para jovens de 14 a 17 anos. Vai desde a descoberta de quem eu sou, de quem eu quero ser na sociedade, liberdade e limites em cidadania, projeto de vida sustentável, vida econômica e como administrar recursos. E isso tudo construindo um plano de carreira, associações pessoais com vida profissional e a busca de imersão no mercado de trabalho por meio do programa ‘Jovem Aprendiz’”, informou o professor, que iniciou a formatura dizendo o quanto estava orgulhoso dessa jornada.

 

E continuou: “O curso é de duas horas e meia diárias, duas vezes por semana, bem intenso. No programa trabalhamos com descoberta de si, atividades lúdicas, jogos, interação e construção com a realidade. Percebemos muito a abertura que eles trouxeram dos desafios familiares, às vezes não conversar a realidade com os pais e através do curso ter essa abertura. Também trabalhamos posicionamentos políticos, sobre liberdade do crer e não crer, liberdade do que ser e não ser. Nós, do Muda Brasil, temos uma plataforma de empregabilidade regional, então os alunos que fazem o curso têm empresas, sindicatos parceiros que já direcionam vagas para eles”.

 

Cerca de 40 alunos mostraram que fortaleceram a qualidade técnica em entendimento do Word e Excel, no comportamento, na liderança e também em ética. Eles apresentaram trabalhos com temas importantes como: violência contra a mulher, comportamento feminino, o machismo e os seus malefícios, Lei Maria da Penha e violência doméstica.

 

Um dos alunos do programa, Gabriel dos Reis Garcia, de 17 anos, relatou como o curso foi bom para toda a sua vida. “Eu vi o curso como um aprendizado geral, não só na área do trabalho, mas para mim mesmo, para o meu intelecto e como pessoa também. O curso foi uma grande indicação, me mostrou o caminho que eu deveria seguir para conquistar o que eu almejo. Gostaria de parabenizar os responsáveis, pois vale a pena fazer esse curso”, declarou.

 

Ao final da formatura os alunos receberam os certificados de conclusão do curso e terminaram a cerimônia recebendo os cumprimentos de Lídia Lopes Silva Reis, que trabalha no Centro de Referência contra a Violência Doméstica. “Quero parabenizar a todos por essa conclusão e afirmar que tudo o que vocês aprenderam é de extrema importância. Vocês, com tudo isso que foi passado no curso, vão entrar no mercado de trabalho com o pensamento de igualdade de gênero, vão entrar no mercado de trabalho sabendo que mulher tem lugar sim, vão saber lidar com adversidades e saber se defender e defender os outros quando necessário, e com isso vão buscar o equilíbrio. Desejo que vocês jamais parem de buscar conhecimento, pois o conhecimento é a única coisa que ninguém pode roubar da gente”, finalizou.


Crédito das fotos: Karina Borges / Secom 

 

Sobre Hostmarx - Hospedagem e Desenvolvimento de Sites

Leia também

Barueri é uma das cidades pioneiras a implantar a Base Nacional Comum Curricular em toda a rede

Após três anos de intensos estudos, é implementada agora, no início deste ano letivo de …