Home / Cultura / Vinicius, Geraldo Vandré, Chico Buarque, Toquinho se encontram no Som Bom dia 30/08

Vinicius, Geraldo Vandré, Chico Buarque, Toquinho se encontram no Som Bom dia 30/08

som bom 2

O Som Bom, programa da Secretaria de Cultura e Turismo, que acontece todo último domingo do mês, a partir das 11 horas, no Teatro Municipal de Barueri, traz em agosto as músicas das décadas de 60 e 70. A entrada é gratuita.

O programa é realizado por músicos da Secretaria de Cultura e Turismo. Desta edição participam Noel Medrado, Sérgio Tavares, Mestre Ronny, Ricardo Resende e Jorge Albuquerque, além dos convidados Krisângela e Rogério Costa. Eles contarão com a participação especial da banda Põe na Conta do Abreu, dos dançarinos Marcos Morgado (Marquinhos), Zilmar Miranda, Claudete Silva e Angelo Talhiaferro.

No dia 30, os músicos irão interpretar (acordes e voz), “Pra não dizer que não falei das flores”, de Geraldo Vandré; “Na tonga da mironga do Kaburetê”, de Vinícius e Toquinho; “Aquele Abraço”, de Gilberto Gil; Cálice, de Chico Buarque e Gilberto Gil; “Garota de Ipanema”, de Vinícius e Toquinho; “Banho de lua”, de Celly Campelo, entre outras.

Outra apresentação será “Disparada”, canção escrita por Geraldo Vandré e Théo de Barros e interpretada por Jair Rodrigues, acompanhado do Trio Maraiá e do Trio Novo. “Disparada” foi uma das principais composições da época dos festivais de música popular brasileira, foi a vencedora do Festival de Música Popular Brasileira em 1966, dividindo o primeiro lugar com “A Banda”, de Chico Buarque, quando houve verdadeira “disputa com apostas” em todo o país entre os adeptos de uma e outra composição.

Geraldo Vandré participante dos movimentos estudantis também deu sua contribuição com composições muito significativas como “Disparada” e “Pra não Dizer que não Falei das Flores”, consideradas duas obras primas entre as músicas de cunho social.

“Apesar de Você”, interpretada pelo cantor e compositor Chico Buarque, lida implicitamente com a falta de liberdades durante a Ditadura Militar. Por conta disso, ela foi proibida de ser executada pelas rádios brasileiras.

Outra apresentação, “A tonga da mironga do kabuletê” é uma canção escrita por Vinícius e Toquinho, como uma espécie de xingamento no idioma nagô. Era uma forma de protesto político, uma afronta aos militares sem que eles tivessem consciência.

Para quem ainda não prestigiou o Som Bom, é importante saber que o programa não apenas executa músicas. O elenco de leitura da secretaria também participa e faz interferências entre as apresentações, para passar dados sobre a música, o cantor ou compositor. Os professores de Dança das Oficinas Culturais também participaram, apresentando um ou dois ritmos, enquanto o grupo de músicos dá sequência ao programa.

SOM BOM
Domingo, 30 de agosto, às 11 horas
No Teatro Municipal de Barueri
Rua Ministro Raphael de Barros Monteiro, 255, Jardim dos Camargos
Saída 26A da rodovia Castello Branco
Gratuito
Mais informações: 4198-0972

Secretaria de Comunicação Social

Sobre rodrigo

Leia também

“Amigo Estou Aqui – O Incrível Mundo de Toy Story” é atração na Sala de Espetáculos de Barueri

Não há quem não se encante com Toy Story, a animação cinematográfica que conquistou adultos e crianças …