Home / Trânsito e transportes / Aumenta o número de ciclistas na Ciclofaixa Rio Pinheiros da CPTM

Aumenta o número de ciclistas na Ciclofaixa Rio Pinheiros da CPTM

495 mil pedalaram pela via em 2018, crescimento de 23% em dois anos

As bicicletas estão cada vez mais conquistando espaço no cenário urbano. E, a cada ano, aumenta o número de ciclistas que utilizam a Ciclofaixa Rio Pinheiros da CPTM. No ano passado, foram 495.307, um aumento de 5,3% em relação a 2017 e de 23,6% em relação a 2016.

Atualmente, aos finais de semana, são cerca de 4 mil pessoas pedalando, com média mensal de 40 mil bikes. O funcionamento é diário, das 5h30 às 18h30, inclusive feriados. Durante o horário de verão, o horário é ampliado, das 5h às 19h30. Desde a inauguração, em fevereiro de 2010, um total de 5.484.112 ciclistas já percorreram a via.

Localizada entre as margens do rio Pinheiros e a Linha 9-Esmeralda da CPTM, a ciclofaixa se estende da estação Villa-Lobos-Jaguaré até a av. Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo. Ao todo, são seis acessos: um pela av. Miguel Yunes, nº 620; quatro junto às estações Jurubatuba, Santo Amaro, Vila Olímpia e Cidade Universitária; e o sexto pela ciclopassarela da Prefeitura nas proximidades da ponte Cidade Jardim (Parque do Povo).

A ciclofaixa oferece seis pontos de apoio com banheiro, bebedouro e área de descanso ao longo do percurso: av. Miguel Yunes, Santo Amaro, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos/Jaguaré. Além disso, há um estacionamento para carros com 45 vagas, no acesso pela av. Miguel Yunes.

Ressalta-se que, em razão das obras de implantação da Linha 17-Ouro, a ciclofaixa está fechada entre as Estações Vila Olímpia e Granja Julieta (ponte João Dias). A alternativa para os usuários é a via aberta provisoriamente pelo Metrô na outra margem do Rio Pinheiros, com transposições nas pontes João Dias e Cidade Jardim.

Bikes nos trens e bicicletários

Outra forma de a CPTM promover a mobilidade, é a permissão do acesso de ciclistas nos trens, de segunda a sexta-feira, das 20h30 até o encerramento da operação; aos sábados, a partir das 14h e aos domingos e feriados, durante todo período operacional, das 4h à meia-noite.

Os ciclistas também dispõem de 36 bicicletários ao lado das estações da CPTM, com 8.821vagas. Desse total, 33 são de responsabilidade da Companhia. O bicicletário de Santo André é administrado pela EMTU, e o de Pinheiros pela Via 4. Todos gratuitos. A única exceção é o de Mauá, que é administrado pela associação de ciclistas Askobike.

Sobre rodrigo

Leia também

Prefeitura instala novas câmeras com Sistema Detecta em diversos bairros

Pensando na ampliação do alcance da cerca virtual nas vias municipais, nesta sexta-feira (12) a …