Home / Barueri / Com pouco mais de 1 ano de VRE, Barueri já é referência na utilização do sistema no Estado

Com pouco mais de 1 ano de VRE, Barueri já é referência na utilização do sistema no Estado

Em setembro de 2017 aconteceu a implantação do VRE (Via Rápida Empresa) em Barueri – programa, do governo do Estado em parceria com as prefeituras, que desburocratiza a abertura de novas empresas. Pouco mais de um ano depois da chegada do sistema na cidade por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT), Barueri já é referência em sua utilização em São Paulo.

De fato, os números comprovam que o VRE contribuiu para que, ao contrário do quadro nacional, o município registrasse crescimento. O número de Microempreendedores Individuais (MEIs), que impulsionou tal progresso, foi de 22% no último ano, além da geração de empregos formais, que aumentou 1%.

De setembro de 2017 a setembro de 2018 foram efetuados pelo VRE Barueri 15.087 processos de licenciamento e 21.403 processos de viabilidade. Para se ter uma ideia da evolução desses números, em setembro do ano passado o município recebeu um total de 208 solicitações. Após a chegada do VRE, o número imediatamente quintuplicou, passando para 1.094 solicitações já no mês seguinte. Em janeiro de 2018, essa demanda alcançou um pico de 2.145 e tem se mantido alta desde então. Até o último levantamento, o município contava com 29.593 empresas regularizadas.

“Implantar o VRE em Barueri foi mais um dos passos acertados dessa administração, e os números estão aí para provar. Desburocratizamos a abertura de empresas, o que acaba impulsionando também a geração de emprego e renda na nossa cidade. E como se não bastasse, nos adaptamos tão bem ao programa, que com apenas um ano de funcionamento já somos referência no uso da ferramenta, ou seja, em Barueri não se mede esforços para gerar prosperidade”, afirma o secretário de Indústria, Comércio e Trabalho, Joaldo Macedo Rodrigues – o Magoo.

A administradora do posto da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo) em Barueri, Cristiane Ayres, corrobora as afirmações. “Nossos resultados foram positivos, trazendo agilidade no processo de regularização empresarial como um todo e maior visibilidade do que as empresas estão fazendo no município. O que antes era informado à Prefeitura somente após a alteração ou constituição ser registrada pela Jucesp, agora, com o VRE, já é informado à Prefeitura desde a presunção da empresa, com o processo de viabilidade”, esclarece.

Para Cristiane, o programa trouxe tanta rapidez e agilidade ao processo de abertura e alteração de empresas que até o atendimento presencial caiu drasticamente, já que agora o interessado realiza suas solicitações on-line. “Com certeza o atendimento presencial caiu, pois os contribuintes só recorrem ao atendimento presencial em caso de problemas que não conseguem sanar pelo sistema”, afirma.

O tempo para obter o licenciamento também caiu consideravelmente na cidade. A média de Barueri é de apenas dois dias, sendo que 99,78% dos pedidos saem no máximo em até quinze dias. Para licenciamento municipal de alto risco o processo também ficou mais ágil: sai em até 15 dias para 93,46% das solicitações.

Aliz Lambiazzi

Sobre rodrigo

Leia também

CCR RodoAnel atende cerca de 300 veículos na Páscoa

A Operação Especial de Feriado, aconteceu entre a quinta-feira, 18 de dezembro, e a segunda-feira, …