Home / Barueri / Ação de conscientização sobre hanseníase no Ganha Tempo alerta sobre cuidados

Ação de conscientização sobre hanseníase no Ganha Tempo alerta sobre cuidados

agente de saúde de barueri orientando usuário do ganha tempo sobre a hanseníaseA hanseníase é uma doença infecciosa e muito contagiosa. Ela se instala, principalmente, em nervos e pele, podendo causar incapacidades ou deformidades nas mãos, pés e olhos. A boa notícia é que a doença tem cura, mas precisa ser detectada e tratada a tempo. O tratamento é todo gratuito. Deve-se procurar pela Unidade Básica de Saúde (UBS), que encaminhará para o Serviço de Atendimento Especializado (SAE).

Para detectar a tempo, é importante ficar atento aos sinais: a hanseníase causa manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele e pode haver alteração da sensibilidade e na capacidade de sentir calor, frio, dor e até mesmo toque.

Quem passou pelo Ganha Tempo Municipal na manhã desta quinta-feira (dia 31) recebeu orientações e pode até tirar dúvidas sobre a enfermidade. A ação, desenvolvida pela Secretaria de Saúde por meio da Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde de Barueri (CABS), marcou o Janeiro Roxo, mês de conscientização sobre a hanseníase, campanha oficializada pelo Ministério da Saúde em 2016.

A enfermeira Thaís Andrea Tonissi de Lima, que integrou a ação, conta que foram distribuídos 500 panfletos sobre a doença e muitos trouxeram dúvidas. “Várias pessoas falaram sobre familiares que apresentam alguma mancha. A orientação é procurar a UBS, pois a doença tem tratamento”, frisa.

Thaís ressalta que quando a doença é diagnosticada, é preciso investigar e tratar também as pessoas que moram na mesma residência, já que ela é transmitida pela respiração. Outro ponto a se considerar é que a hanseníase não escolhe vítimas, afeta homens e mulheres, adultos e crianças. O tratamento é simples, à base de antibióticos, e leva de seis meses a um ano. Se seguido à risca, o paciente é totalmente curado. “Após iniciar o tratamento, o paciente deixa de transmitir a doença”, informa a enfermeira.

Hanseníase no Brasil

O Brasil é o segundo país com o maior número de casos de hanseníase no mundo, atrás apenas da Índia. Aqui concentram-se 90% dos casos em toda a América Latina. Cerca de 30 mil brasileiros contraem a doença por ano.

Sobre rodrigo

Leia também

Espetáculo Paixão de Cristo acontece neste final de semana no Dom José

Na semana santa o consagrado espetáculo da Paixão de Cristo mais uma vez terá lugar …