Home / Esportes e lazer / Passeio inclusivo: SDPD visita Parque Ecológico Imigrantes

Passeio inclusivo: SDPD visita Parque Ecológico Imigrantes

Já pensou em fazer um passeio ecológico que lhe permita tocar na copa de uma árvore, além de ter acesso à natureza viva entre uma gigantesca variedade de espécies de plantas? Esse cenário paradisíaco foi revelado aos usuários da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD) em um passeio inclusivo ao Parque Ecológico Imigrantes, situado na cidade de São Bernardo do Campo. O local é considerado um dos melhores e também um dos mais acessíveis parques do Brasil.

O passeio aconteceu em uma manhã ensolarada de sexta-feira (dia 26), que promoveu um momento de lazer para os atendidos pela SDPD. Localizado no coração da Mata Atlântica, o Parque imigrantes proporciona a todos os visitantes experiências reais com a natureza, já que foi projeto de maneira inclusiva sem impactar o meio ambiente.

“O projeto do parque tem três pilares: sustentabilidade, inclusão social e a acessibilidade. Ele foi projeto seguindo as normas da ABNT, os elevadores foram instalados pensando na facilitação do acesso dos cadeirantes e com baixa mobilidade. As passarelas foram projetadas para diminuir o impacto do solo e também proporcionam esse contato maior com as árvores”, explica a gerente operacional do Parque, Margarete Koga.

Para uma das atendidas pela SDPD, Gabriela Aparecida Santos, que é cadeirante, foi uma experiência renovadora “A iniciativa é muito boa. Esses passeios nos tiram do cotidiano que as vezes é cansativo. Ainda mais num lugar como esse que é acessível e atende a todas as pessoas. A sensação de ver a mata atlântica foi ótima”, disse.

Para o publicitário Osni Francisco, que também é cadeirante, a experiência foi gratificante. “Foi um passeio muito produtivo. Tomar o contato com a natureza, com a sua reutilização e que ainda nos coloque numa posição de inclusivos. A iniciativa é fantástica”, afirma o usuário.

O Parque também oferece uma trilha com identificação em braile para pessoas com deficiência visual. É possível tatear as plantas ornamentais e sentir os seus aromas. O visitante também pode sentir o frescor da vegetação e apreciar o som dos pássaros.

Para a equipe técnica da SDPD a experiência foi uma oportunidade de conhecer de perto acessibilidade do local e assim proporcionar novos passeios para o máximo de usuários da Secretaria. “A ideia é ver na prática se o lugar é acessível. A experiência foi incrível e o parque é uma excelente opção de lazer para pessoas com deficiência”, afirmou Leda Sigrist, coordenadora técnica da SDPD.

Lazer inclusivo

A Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência vem realizando um intenso trabalho voltado ao lazer com o objetivo de garantir a plena inclusão das pessoas com deficiência para os mais variados espaços. Idas a praias, parques, museus entre outros passeios acessíveis e gratuitos fazem parte do roteiro da SDPD para os atendidos.

Sobre o Parque

O Parque Ecológico Imigrantes pertence a Fundação Kunito Myasaka, que visa contribuir para integração do Brasil e Japão no apoio a preservação ambiental, ações sociais e culturais. O PEI fica em São Bernardo do Campo com acesso por uma rodovia com 4 pistas – a Rodovia dos Imigrantes – com visualização nos dois sentidos, a partir do km 34,5. A visitas acontecem sempre por meio de agendamento e com o intuito de promover a Educação Ambiental.

Sobre Hostmarx - Hospedagem e Desenvolvimento de Sites

Leia também

Bruxão Cavanha aprova Moção de Aplausos para a Eurofarma

A Câmara de Itapevi aprovou na sessão desta terça-feira, dia 10 de setembro, a Moção …